Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cockpit Automóvel - Conteúdos Auto


Terça-feira, 23.10.12

ENSAIO: Dacia Duster 1.5 DCi “Delsey” (4x2)

Construir simples e barato, tão funcional quanto eficaz, poderiam ser as máximas da Dacia durante a concepção do Duster. De facto, se o preço pode ser o primeiro motivo de atracção, nem por isso este SUV da marca romena deixa de se mostrar convincente nos propósitos. Assim os clientes não se incomodem com materiais e acabamentos menos vistosos, uma certa desactualização estilística e um ou outro ruído parasita proveniente de plásticos mal fixados ou de qualidade inferior. Para atenuar essa impressão, justificando também o regresso do modelo a ensaio, a Dacia uniu-se à conhecida marca de malas Delsey e deu o nome a uma versão mais requintada e limitada a apenas 200 unidades. Veja a seguir o que traz de novo.

Popular, não apenas por ser o SUV mais barato actualmente à venda no mercado português, o Dacia Duster é sinónimo de aventura. E se a ideia de aventura remete geralmente para o tema das viagens, saiba então que, além das diversas personalizações no exterior (uma cor individualizada, jantes, ponteira de escape e inscrições alusivas) e de aplicações nobres em couro no habitáculo, como não podia deixar de ser, o equipamento inclui ainda uma mala de viagem desta reputada marca. (conhecer AQUI mais detalhes sobre esta versão)
Torna-se assim este Duster no companheiro certo para a viagem e para a aventura.

Outras novidades

Não se tratando de uma novidade, a popularidade e o sucesso comercial do Dacia Duster – prova disso é a regularidade com que é visto nas estradas do país – assentam também no carácter prático e utilitário do modelo: uma estrutura tão simples quanto robusta, capaz de garantir uma manutenção acessível e económica. A par de tudo isto, uma mecânica comprovada que provem directamente do proprietário da marca: o grupo Renault.
Tanto assim é que, em alguns mercados emergentes, o Duster é comercializado com a marca do losango estampada na grelha. Além da mecânica, muito do equipamento e os instrumentos interiores provêm de modelos anteriores da Renault.
Neste aspecto e no capítulo da habitabilidade pouco ou nada se altera em relação às impressões anteriormente recolhidas em ensaios anteriores (1.5dCi 4x2 e 1.5 dCi 4x4), salvo o facto desta versão inaugurar no Duster os vidros traseiros eléctricos e… um rádio com Bluetooth.
Viva o luxo!

Capacidade assinalável

Claro está que nada disto afecta negativamente o seu desempenho em estrada e aqui reside um dos seus trunfos. Embora o peso e a maior resistência ao vento causada pela superfície elevada do Duster possam ser causa para a tendência que a unidade ensaiada revelou para consumos um pouco elevados (da ordem de 7,5 litros de média), este último factor influencia, sobretudo, a insonorização do habitáculo.
Contudo, todo o conjunto revela bastante desenvoltura em estrada, demonstrando ainda muita agilidade e uma facilidade de andamento e de condução capazes de surpreender os mais cépticos quanto à validade desta proposta. 
Não sendo perfeito, o Dacia Duster é, por tudo isto, um SUV cativante. Como geralmente são os produtos despretensiosos e mais preocupados em revelar eficácia, conseguindo até empolgar o condutor quando este o deixa ir para fora da estrada.
Nestas alturas, apesar da pouca capacidade mecânica e de se tratar de um carro com apenas duas rodas motrizes, o Duster sabe rentabilizar o poder da sua altura ao solo ou a boa capacidade torsional de um chassis que é, efectivamente, tão simples na concepção quanto competente nos propósitos.
Esta versão utiliza exclusivamente o motor 1.5 dCi de 110 cavalos, podendo dispor de tracção dianteira ou integral.

Dados mais importantes
Preço (euros):desde 20.800 / 23.750 (4x4)
Motores1461 cc, 4 Cil./8 Valv., 110 cv às 4000 r.p.m., 240 Nm às 1750 rpm, turbo de geometria variável, injecção common rail
Prestações
171 km/h, 11,8 seg.
Consumos (médio/estrada/cidade)5,0 / 4,6 / 5,7 litros
Emissões Poluentes (CO2)130 gr/km

Procura automóvel novo, usado ou acessórios? Quer saber mais sobre este ou sobre outro veículo?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 31.07.12

APRESENTAÇÃO: Série limitada Dacia Duster “Delsey”


Popular – não apenas por ser o SUV mais barato actualmente à venda no mercado português – o Dacia Duster é sinónimo de aventura. A conhecida marca de malas Delsey deu nome a esta versão mais requintada, limitada a apenas 200 unidades, com diversas personalizações no exterior e no habitáculo. Como não podia deixar de ser, o equipamento inclui ainda uma mala de viagem desta reputada marca. Em exclusivo com o motor 1.5 dCi de 110 cavalos, com versões 4x2 e 4x4, é comercializado a partir dos 20.800 euros. Conheça a seguir mais detalhes sobre esta versão, características e todos os preços.

A regularidade com que é visto nas estradas do país é reflexo do seu sucesso comercial.
Apesar de se tratar de uma marca pouco conhecida dos portugueses e do seu preço acessível fazer torcer muitos narizes, a qualidade e robustez do Dacia Duster tornou este SUV um fenómeno de popularidade e fez dele um mais que provável “objecto de culto” dos tempos vindouros.
Em Portugal conseguiu mesmo ser, em 2011, o 3º SUV mais vendido com 1.518 unidades.
Na base do seu sucesso está a boa relação preço/desempenho, uma vez que o Dacia Duster é capaz de desafiar bem mais do que meras pistas em terra sem obstáculos.
Ensaios a este modelo encontram-se AQUI e AQUI (4x4) publicados.


Cor e equipamento exclusivos

De regresso ao Dacia Duster Delsey, esta série limitada a 200 unidades inclui, além da referida mala da marca que dá nome à designação da versão, uma nova cor verde “Olive”, retrovisores e jantes em liga leve de 16 polegadas em “Dark Metal”, ponteira de escape em cromado e, claro, inscrições “Delsey” tanto no pilar traseiro como nas soleiras das portas.

No habitáculo, vários pormenores contribuem para um ambiente mais requintado: o novo rádio com Bluetooth® (uma novidade na gama Dacia), os vidros eléctricos nas portas traseiras (em estreia no Duster), o volante e o punho da caixa de velocidades em couro, com costuras em vermelho, os estofos específicos com costuras em vermelho, a consola central, as saídas de ar, os puxadores e frisos das portas em cinzento e os tapetes com rebordo em vermelho.

Quanto a motorizações, o comprovado motor 1.5 dCi de 110 cavalos e 240 Nm de binário proporciona prazer de condução e baixos consumos; em ciclo misto estabelece um consumo médio de 5,0l/100km na versão 4x2 e de 5,3l/100km quando dotado de transmissão integral.
Com uma garantia de 3 anos ou 100 mil quilómetros, o Dacia Duster Delsey está disponível a partir dos 20800 euros.


Procura automóvel novo, usado ou acessórios? Quer saber mais sobre este ou sobre outro veículo?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 13.10.11

APRESENTAÇÃO: Dacia Sandero Bi-Fuel

Com um preço bastante acessível, o Sandero é também um dos mais espaçosos do segmento. Com a chegada de uma versão bi-fuel passa igualmente a ser um dos mais económicos, O motor 1.2 16V de 75 cv (VER ENSAIO AQUI), associado ao módulo GPL, reduz significativamente os custos de utilização e emite menos 12% de CO2. Disponível a partir dos 10.550 euros, a marca Dacia acentua cada vez mais o seu conceito “low cost”. Agora também nos consumos.


Económico e fiável, com emissões de CO2 limitadas a 122 g/km (em modo GPL), o Dacia Sandero 1.2 75 cv bi-fuel passa a ser um automóvel mais ecológico. O GPL (Gás de Petróleo Liquefeito) é um combustível mais ecológico do que a gasolina, não contém enxofre, chumbo ou benzeno e a sua combustão não emite qualquer tipo de partículas.
Com um preço a partir de 10.550 €, é, no género, a proposta mais barata do mercado. Estão disponíveis dois níveis de equipamento: Pack e Confort. Para além deste preço extremamente competitivo, beneficia ainda de um custo de utilização inferior, graças à diferença de preço do litro de GPL face ao da gasolina.
A colocação do reservatório de GPL não interfere com a capacidade da bagageira, que se mantém de 320 litros.

Autonomia recorde

Com dois reservatórios, tanto pode funcionar a gasolina ou a GPL. Isso confere-lhe uma autonomia recorde que, com ambos os reservatórios cheios pode atingir os 1200 km. Através de um comutador situado junto à base da alavanca da caixa de velocidades, o condutor pode seleccionar o modo pretendido.
Este motor a gasolina responde perfeitamente aos critérios de custo, robustez e facilidade de manutenção que caracterizam a marca Dacia. Para receber a possibilidade do bi-fuel foram reforçadas as válvulas e a sede das válvulas.

Garantias de segurança

O equipamento GPL foi desenvolvido pela Landi Renzo, especialista e líder mundial nos equipamentos GPL para automóveis. Cumpre e respeita ainda todas as exigências e normas Europeias para a instalação de equipamentos GPL para automóveis.
Montado directamente na fábrica, a adopção do bi-fuel não tem qualquer impacto na garantia, que, tal como os restantes modelos Dacia, é de 3 anos ou 100.000 km.

Sucesso em Portugal

Em 2011 (Janeiro a Agosto), a Dacia fez a sua entrada no TOP 20 do mercado de Veículos de Passageiros. É ainda a marca com maior crescimento (+94,3%) no mercado nacional, e só nos primeiros oito meses do ano, praticamente triplicou a sua quota de mercado. A principal razão é o Dacia Duster (VER AQUI), o 3º SUV mais vendido em Portugal. O Sandero representa 20% das vendas da marca.

(elaborado com base em documento distribuído pelo Departamento de Comunicação da marca)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pesquisar neste site

Pesquisar no Blog  

Quem somos...

"COCKPIT automóvel" é um meio de comunicação dirigido ao grande público, que tem como actividade principal a realização de ensaios a veículos de diferentes marcas e a divulgação de notícias sobre novos modelos ou versões. Continuamente actualizado e sem rigidez periódica, aborda temática relacionada com o automóvel ou com as novas tecnologias, numa linguagem simples, informativa e incutida de espírito de rigor e isenção.
"COCKPIT automóvel" é fonte noticiosa para variadas publicações em papel ou em formato digital. Contudo, a utilização, total ou parcial, dos textos e das imagens que aqui se encontram está condicionada a autorização escrita e todos os direitos do seu uso estão reservados ao editor de "Cockpit Automóvel, conteúdos automóveis". A formalização do pedido de cedência de conteúdo deve ser efectuado através do email cockpit@cockpitautomovel.com ou através do formulário existente na página de contactos. Salvo casos devidamente autorizados, é sempre obrigatória a indicação da autoria e fonte das notícias com a assinatura "Rogério Lopes/cockpitautomovel.com". (VER +)