Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cockpit Automóvel - Conteúdos Auto


Segunda-feira, 12.05.14

ENSAIO: Nissan Qashqai 1.6 dCi 130 CV (MY 2014)

É um carro concebido para agradar. Afinal, a pretensão e o desejo de qualquer construtor. No caso do Qashqai, esse desígnio abrange condutores de géneros diferentes, com posturas de condução e necessidades diversas. Pela formas, pelo estilo e pelas possibilidades de personalização, tanto agrada a condutores como a condutoras, tanto satisfaz os anseios de jovens dinâmicos como de famílias que precisem de espaço e funcionalidade interior. Este é, afinal, o segredo do sucesso do Qashqai, um modelo que está permanentemente entre os 10 mais vendidos ao nível europeu. (LER MAIS)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 30.12.13

APRESENTAÇÃO: Renault Mégane (MY 2014). Preços, características.


Modelo de maior sucesso da marca francesa e líder do seu segmento em diversos mercados europeus, o Mégane renovou-se em termos estéticos e actualizou-se em termos tecnológicos. Não se registaram alterações na oferta de motores face à versão anterior (ver AQUI o ensaio a todas as versões e modelos), como se pode observar na tabela de preços publicada mais abaixo. Com uma nova identidade dianteira, distribuído pelas carroçarias Berlina, Coupé, Break e Coupé-Cabriolet (além de uma inédita oferta de 2 versões de Comerciais Ligeiros com base na Berlina e no Coupé), a gama tem preços a partir dos 22.800€ e beneficia da habitual garantia de 5 anos. (LER +)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 13.11.12

Ford B-Max: Preços e gama em Portugal

 Já se encontra disponível na rede oficial da Ford o pequeno e inovador monovolume da marca, caracterizado por um sistema de abertura das portas traseiras inédito nesta classe. Mais características sobre o modelo encontram-se no respectivo TEXTO DE APRESENTAÇÃO. Nesta fase de lançamento o novo Ford B-MAX estará disponível no mercado nacional em três níveis de equipamento: Trend, Titanium e Titanium X. Tal como vem sendo habitual nos lançamentos de novos modelos Ford, a aposta de oferecer aos clientes uma versão bem equipada, a um preço muito atractivo. Tendo por base a versão 1.0 EcoBoost de 100cv ou o 1.5TDCi de 75cv, ao nível de equipamento Titanium acresce um pack que inclui o tecto panorâmico, as jantes de liga leve de 17” e os vidros escurecidos: Preços de 18.950 e 21.680 euros, respectivamente.



O motor Ford EcoBoost de 1.0 litros a gasolina, premiado como "International Engine of the Year” 2012, está disponível nas versões de 100cv e 120cv, ambos com emissões de CO2 de 114g/km, o que os torna líderes da sua classe.
O B-MAX está igualmente disponível com os motores a diesel Duratorq TDCi de 1.6 litros e 95cv e o novo 1.5 litros e 75cv, cada um deles proporcionando uma excelente eficiência de combustível. O modelo de 1.6 litros proporciona emissões de CO2 de 104g/km, igualmente das melhores da sua classe.
Eis a lista completa de preços:




Novo Ford B-MAX – Tabela de Preços
Versão
CV
CO2
Preços Indicativos*
1.0 EcoBoost Trend
100
114
€ 18.280
1.5TDCi Trend
75
109
€ 21.030
1.6TDCi Trend
95
104
€ 21.630
1.0 EcoBoost First Edition
100
114
€ 18.950
1.0 EcoBoost Titanium
120
114
€ 20.100
1.6Ti-VCT Titanium
105
149
€ 21.880
1.5TDCi Titanium
75
109
€ 21.680
1.6TDCi Titanium
95
104
€ 22.830
1.0 EcoBoost Titanium X
120
114
€ 21.280
1.6TDCi Titanium X
95
104
€ 24.030
Preços Indicativos; não incluem despesas de transporte e legalização devidas pelo cliente no momento da aquisição do veículo

Procura automóvel novo, usado ou acessórios? Quer saber mais sobre este ou sobre outro veículo?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 18.09.12

APRESENTAÇÃO: Hyundai i40 Sedan

Depois do lançamento comercial da versão carrinha, é a vez do modelo Sedan de quatro portas chegar ao mercado português. Assegurando os mesmos níveis de eficiência no consumo, conforto, qualidade e segurança da Station Wagon (saber AQUI mais sobre este modelo), o i40 Sedan, automóvel do segmento D, oferece equipamentos de topo e qualidade superior a um preço acessível: a partir de 26.250 euros para o motor 1.7 CRDi de 115 cv ou 22.990 para o 1.6 GDi, a gasolina. Tal como o SW e grande parte da nova gama de ligeiros da marca coreana, o i40 Sedan possui uma identidade puramente europeia, com a característica grelha hexagonal que tem sido a face da Hyundai no Velho Continente.
PREÇOS


Inovações avançadas em termos de luzes exteriores e interiores, tais como as luzes diurnas com opção por lâmpadas de xénon ou um ecrã LCD montado na consola central, para controlar tudo o que se passa com o i40 Sedan, irão reforçar a posição do novo modelo como topo de gama do segmento D da Hyundai.
Com 4,74 metros de comprimento, a distância entre eixos é generosa: 2770 mm. Em conjunto com a largura (1815 mm), o i40 proporciona um interior espaçoso com dimensões líderes em termos de espaço oferecendo a todos os ocupantes, o melhor nível de conforto disponível neste segmento de mercado.
Dependendo da versão, está ainda generosamente equipado com itens de série:
- Iluminação estática de curva

- Airbag para os joelhos do condutor
- Encostos de cabeça activos à frente
- ESP
- HAC (assistente de arranque em declive)
- Ar condicionado manual ou automático
- Fecho central das portas “mãos livres”
- Computador de bordo

- Patilhas da caixa de velocidades automática (quando aplicável) no volante
- Caixa de seis velocidades
- Cortina eléctrica (óculo traseiro)
- Banco do condutor com memória, bancos ventilados à frente
- Sistema inteligente de ajuda ao estacionamento
- Sistema de assistência à faixa de rodagem.


Mecânica: motores diesel e a gasolina e caixa de seis velocidades


O novo i40 Sedan vai estar disponível no mercado nacional com uma gama de motorizações cumpridoras das normas Euro 5: dois diesel, 1.7 CRDi de 115 e 136 CV e um motor a gasolina, 1.6 GDI de 135 CV (ler AQUI mais características sobre estes motores).
Para maximizar a economia de combustível, reduzir as emissões de CO2, baixar as rotações quando em velocidade de cruzeiro e aumentar o refinamento, o i40 Sedan conta com uma transmissão de seis velocidades.
A caixa manual de seis velocidades é um melhoramento da anterior unidade, com sincronização multi-cone melhorada, desenho dos carretos optimizado, redução de peso, melhor eficiência, redução das perdas de potência, melhoria do cárter do diferencial e superior durabilidade, acima dos 300 mil quilómetros. A transmissão, atestada com óleo de baixa viscosidade, não possui manutenção e não necessita de revisão durante o ciclo de vida do veículo.
A nova caixa automática de seis velocidades que equipa o i40 Sedan demonstra a classe superior dos engenheiros do grupo. O condutor pode escolher dois modos de funcionamento - totalmente automático ou “Sport”. Para a condução em cidade, o modo automático é o ideal, enquanto o modo “Sport” permite uma utilização manual da caixa, sem recurso à embraiagem, utilizando a alavanca da caixa colocada no local tradicional ou então através das patilhas colocadas atrás do volante (de série em todos os veículos com caixa automática).



Suspensão - Conforto e comportamento

A longa distância entre eixos do veículo exigiu atenções redobradas para que a direccionalidade e o equilíbrio entre conforto e comportamento fossem as ideais. Um novo sistema de assistência totalmente eléctrica da direcção (MDPS) substitui o sistema convencional, reduzindo significativamente a complexidade deste, apresentando menor peso e mais baixos custos de manutenção. O sistema de pinhão e cremalheira é sensível à velocidade e necessita de 2,88 voltas de topo a topo, com um diâmetro de viragem de 10,94 metros.
Compacta e leve, a estrutura McPherson da suspensão dianteira, com molas descentradas para reduzir a fricção, assegura um funcionamento suave para aumentar a qualidade do conforto. Atrás, foi instalado um sistema de suspensão independente multibraços. As molas e amortecedores são montados separadamente para melhor dispersar as cargas na suspensão, minimizando a sua intrusão no habitáculo e na bagageira.
Cada i40 Sedan está equipado com um sistema de travagem com discos nas quatro rodas, apoiado pelos sistemas ESP, ABS, EBD, distribuição da força de travagem e assistência à travagem, todos de série na gama i40. Para maximizar a capacidade de travagem, os discos dianteiros são ventilados, enquanto atrás estão colocados discos maciços. Com a utilização das opcionais jantes de 17 e 18 polegadas, o i40 Sedan pode ser equipado com discos maiores (320 mm à frente e 300 mm atrás).

Credenciais ecológicas

No que toca ao desempenho ecológico, o i40 Sedan está equipado com as mais recentes tecnologias desenvolvidas debaixo do eco-programa Hyundai Blue Drive™, que incluem o sistema integrado Stop&Start (ISG), pneus de baixa resistência ao rolamento e um sistema de gestão avançada do alternador (AMS).
Quando combinada com o motor 1.7 litros turbo diesel que debita 115 CV, a tecnologia Blue Drive permite que o i40 Sedan consiga alcançar valores de emissões de CO2 e consumos de, respectivamente 113 g/km e 4,3/100 km, fazendo do i40 Sedan um dos automóveis do segmento mais amigos do ambiente. Com o pacote Blue Drive™, as emissões de CO2 da motorização diesel mais potente de 136 CV do i40 Sedan são de 119 g/km.

Garantias: de segurança e de manutenção

As cinco estrelas nos testes de segurança da EuroNCAP, foram possíveis porque o i40 Sedan utiliza as últimas tecnologias de segurança passiva e activa para assegurar a máxima protecção dos ocupantes.
Estas características incluem o ESP (Controlo electrónico de estabilidade) ABS (anti-bloqueio dos travões), Assistência ao arranque em declive (Hill Start Assist), VSM (Gestão de Estabilidade do Veículo), assistência à travagem e sinalização de travagem de emergência.
No que toca à segurança passiva, o Hyundai i40 Sedan está equipado com sete airbags – dianteiros, laterais, de cortina e o airbag para os joelhos do condutor.
O Hyundai i40 Sedan está à venda no mercado nacional suportado pela mais completa e transparente Garantia “5 Anos Tripla Confiança”. Este pacote combina cinco anos de garantia ilimitada, isto é, sem limite de quilómetros, cinco anos de assistência em viagem gratuita e cinco anos de verificações anuais gratuitas.

Procura automóvel novo, usado ou acessórios? Quer saber mais sobre este ou sobre outro veículo?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 19.03.12

APRESENTAÇÃO: Novo Renault Mégane (MY2012). Preços em Portugal

O mês de Abril assinala em Portugal o início de uma pequena revolução na família Mégane. Com excepção da versão Cabriolet, o que melhor distingue visualmente o novo do anterior é a modernizada face dianteira dotada de luzes diurnas em LED. A família reavivou-se também em matéria mecânica. Aqui surge a maior e mais importante novidade: 3 novos motores, sendo dois diesel com 110 e 130 cv, mas igualmente a estreia do motor a gasolina 1.2 Energy TCe de 115 cv. O mais potente do mercado na sua cilindrada. Há ainda novos equipamentos de conforto e de segurança (estreados no igualmente renovado Scénic – ver AQUI), entre os quais os sistemas Visio System® e a ajuda ao arranque em subida. Preços a partir de 22.350 euros (ver no final do texto a lista completa de preços).

O novo Mégane possui um estilo mais moderno com os novos faróis diurnos de ledes e um pára-choques dianteiro com elementos em preto lacado e cromados.
As versões GT e GT-Line assumem um carácter ainda mais desportivo com uma “assinatura Led" específica em forma de boomerang. No interior há ainda novos bancos, novo volante e os painéis de portas e o painel de bordo recebem o dístico “Renault Sport”.

Nova “Energia” sob o capô

O Mégane de 2012 será o primeiro modelo da Renault a dispor das três novas motorizações da família "Energy".
Estes novos motores possuem um conteúdo tecnológico inédito e estão todos equipados com sistema Stop & Start e recuperação da energia na desaceleração/travagem.
A maior novidade é a dotação de um pequeno – porém potente - motor a gasolina: o “TCe 115” é o primeiro “gasolina” compacto da Renault com injecção directa e sobrealimentado. Destinado a substituir o motor 1.6 16v, este novo bloco de 1198 cm3 regista uma potência de 115 cv e apresenta um binário máximo de 190 Nm. O Renault Energy TCe 115 diferencia-se igualmente pelo consumo recorde de 5.3 l/100km em ciclo NEDC e por emissões de apenas 119 g/km.
Escapadela_120x90
A autonomia de cerca de 1 000 km aproxima-o das obtidas com motorizações diesel.
A renovada gama Mégane passará ainda a dispor do diesel “Energy dCi 110”. O bloco 1.5 dCi reduz as emissões para 95 g e passa a ter um consumo de 3,8 l/100 km em ciclo misto. As performances mantêm-se inalteradas graças ao incremento do binário, que sobe para 260 Nm (20 Nm adicionais) disponível desde as 1750 rpm.
Um novo motor 1.6 l diesel, “Energy dCi 130” reivindica 130 cv e 320 Nm de binário. É o mais potente do mercado nesta cilindrada, assegurando um consumo médio de 4.0 l por cada 100 km em ciclo misto e emissões de CO2 de apenas 104 g/km.


Características do motor Energy TCe 115

É o primeiro motor a gasolina da Renault, com injecção directa sobrealimentada. Este bloco em alumínio de 1197 cm3, apresenta uma potência de 115 cv e um binário máximo de 190 Nm, comparável ao de um 2 litros. Com um binário disponível, em 90%, a partir das 1500 rpm e, totalmente, entre as 2000 e 4000 rpm, este motor distingue-se pela suavidade e recuperações a baixos regimes dignas de um diesel.
Sendo o motor 1.2 gasolina mais potente do mercado, brilha igualmente, pela sobriedade nos consumos; não consome mais do que 5,3l/100 km em ciclo NEDC, enquanto as emissões de CO2 estão limitadas a 119g/ km.
Com estes reduzidos consumos e emissões de CO2, o custo de utilização diminui de forma significativa. A presença de uma corrente de distribuição, sem manutenção, contribui, também, para a diminuição do custo de utilização.
A injecção directa a gasolina turbo, associada a uma sobrealimentação por turbo-colector integrado e distribuição variável, permite atingir o binário máximo desde os baixos regimes e numa ampla faixa de utilização. A injecção tem lugar directamente na câmara de combustão e optimiza o rendimento do motor com uma melhor combustão, que beneficia os consumos de combustível e as emissões de CO2.
O sistema Stop&Start permite o arranque rápido ao detectar a posição exacta dos pistões e injectar o carburante no cilindro mais favorável para o arranque instantâneo do motor.
A energia "gratuita" armazenada, graças ao sistema de recuperação de energia na travagem, é utilizada para recarregar a bateria e assegurar os arranques.

Nova tecnologia Visio System®

Tal como os Novos Renault Scénic e Grand Scénic, o Novo Mégane adopta o Visio System®. Este sistema é constituído por uma câmara colocada no pára-brisas, por detrás do retrovisor, melhorando a visibilidade nocturna e ajudando o condutor a manter a concentração. A comutação automática os faróis adapta a intensidade da iluminação e maximiza a visibilidade sem causar incómodo para os outros utilizadores da estrada.
Com o Visio System® a área à frente do automóvel é sistematicamente “varrida” pela câmara que acciona automaticamente os máximos a partir dos 45km/h no caso de a luminosidade exterior ser fraca e se não for detectado nenhum veículo em sentido inverso ou à frente. Quando acontece o cruzamento com outro veículo, o Visio System® adapta automaticamente a intensidade da iluminação (passagem de máximos a médios), libertando assim o condutor desta necessidade.

Evitar distracções e o adormecimento

Um alerta de saída involuntária da faixa de rodagem serve para avisar o condutor em caso de distracção ou até mesmo de adormecimento ao volante, diminuindo, dessa forma, a possibilidade de acidente. Sempre que a linha divisória das faixas é atravessada sem que os “piscas” tenham sido activados, o condutor é alertado por um testemunho no painel de bordo acompanhado de um sinal sonoro.

Conforto e facilidade de condução

Para além das questões ligadas à segurança, a Renault não esqueceu o conforto, introduzindo um dispositivo de ajuda ao arranque em subida. Associado ao travão de parqueamento automático, este sistema mantém a pressão sobre os travões durante alguns segundos; o tempo necessário para o condutor embraiar o automóvel, sem que este recue.
O sistema de ajuda ao estacionamento é enriquecido com uma câmara traseira que permite visualizar com precisão o local onde se encontra e a trajectória do automóvel de forma a ajustar a manobra. Finalmente, o ar condicionado automático de dupla zona está equipado com um captor de toxicidade. Este controla a qualidade do ar a bordo e desencadeia automaticamente a sua reciclagem.
Em 2011 o Renault Mégane foi o modelo mais vendido em Portugal. A renovada versão que será comercializada a partir de Abril pretende repetir a façanha.



Procura automóvel novo, usado ou acessórios? Quer saber mais sobre este ou sobre outro veículo?

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pesquisar neste site

Pesquisar no Blog  

Quem somos...

"COCKPIT automóvel" é um meio de comunicação dirigido ao grande público, que tem como actividade principal a realização de ensaios a veículos de diferentes marcas e a divulgação de notícias sobre novos modelos ou versões. Continuamente actualizado e sem rigidez periódica, aborda temática relacionada com o automóvel ou com as novas tecnologias, numa linguagem simples, informativa e incutida de espírito de rigor e isenção.
"COCKPIT automóvel" é fonte noticiosa para variadas publicações em papel ou em formato digital. Contudo, a utilização, total ou parcial, dos textos e das imagens que aqui se encontram está condicionada a autorização escrita e todos os direitos do seu uso estão reservados ao editor de "Cockpit Automóvel, conteúdos automóveis". A formalização do pedido de cedência de conteúdo deve ser efectuado através do email cockpit@cockpitautomovel.com ou através do formulário existente na página de contactos. Salvo casos devidamente autorizados, é sempre obrigatória a indicação da autoria e fonte das notícias com a assinatura "Rogério Lopes/cockpitautomovel.com". (VER +)